Image
Image
18 de Maio de 2021
Prémio de Literatura Infantil Pingo Doce, fase de ilustração

Prémio de Literatura Infantil Pingo Doce nasceu em 2014 com o intuito de incentivar a criatividade literária e artística, premiando obras originais que ajudem a promover o gosto dos mais novos pela leitura.

Assinala este ano a sua 8ª Edição, é o maior prémio de literatura infantil nacional, com um valor total de 50.000 euros, contando com sete títulos publicados e 14 novos talentos revelados nas áreas da literatura e do design gráfico e ilustração, que se traduziram em mais de 130 mil livros com o selo Prémio de Literatura Infantil, lidos por milhares de crianças.


Esta iniciativa insere-se no compromisso do Pingo Doce de promoção da literacia infanto-juvenil, com o objectivo de democratizar o acesso aos livros e estimular hábitos de leitura em família, desde cedo.


Participa e faz história com o teu talento!


A candidatura de ilustração só deve ser feita após a recepção do texto vencedor. Para receberes o texto vencedor, envia um mail para premioliteraturainfantil@pingodoce.pt


Para participares na fase de ilustração deves preencher o formulário completo, adicionar as ilustrações a concurso e submeter a candidatura.


Envio de candidatura até 1 de junho.

Consultar o regulamento

Image pop

“Assim como tu”

Raquel Salgueiro
Vencedora Texto - 8ª Edição

Image


Raquel Salgueiro é a autora da história “Assim como tu”.


Tem 48 anos, é livreira e vive em Castelo de Vide, Alentejo.

Foi a natureza da paisagem alentejana, que há quatro anos a fez deixar a agitação da vida em Lisboa, que inspirou Raquel Salgueiro a dar forma à história “Assim como tu” – um conto que resulta da sua própria experiência e das relações que foi estabelecendo ao longo da vida.


“Quis escrever uma história simples, sobre pessoas, que fosse transversal e na qual todos pudessem rever-se. Enquanto seres humanos, temos características e passamos por experiências comuns, por isso, encontramos pontos de contacto com a vida de Antónia, a personagem principal do conto”, refere a autora.


“É uma história para todas as idades, que mexe muito com as emoções. Uma criança ou jovem lê-a mas um adulto pode lê-la também com agrado e vai rever-se em coisas que ali estão, como o primeiro amor, a primeira vez que o coração bate mais depressa ou a primeira perda”, acrescenta.


Uma das características mais marcantes do texto é o facto de utilizar uma linguagem simples e sem subterfúgios. Os temas são abordados com naturalidade e sem infantilidade. “Não vale a pena proteger as crianças dentro de uma campânula, à espera que as coisas não as atinjam. É preciso falar sobre elas”, considera Raquel Salgueiro.


Parabéns Raquel, agora só falta encontrar a melhor ilustração.

Relacionados

Image

Subscreve Newsletter

Inscreve-te e recebe a Newsletter CCP

Encontre-nos em:

Image
Image
Image
Image
Image
Image

Contactos

Campo de Santa Clara

Mercado de Santa Clara 1º piso

1100-472 Lisboa

Tel. +351 913 192 292

geral@clubecriativos.com